social

6 COISAS PARA SABER ANTES DE CONSTRUIR

6 COISAS PARA SABER ANTES DE CONSTRUIR

Construir sua própria casa pode trazer muitas vantagens. Chuveiro ou banheira de imersão? Quando você customiza, a escolha é sua. Além disso, você pode ser a primeira pessoa a pisar no chuveiro ou afundar naquela banheira cheia de espuma.

Mas, alguns desafios vêm com a construção e mudança para novas casas. Aqui, listamos coisas que os proprietários devem ter bastante atenção.

 

  1. Prepare-se para o estresse das decisões

Cada coisinha precisa ser planejada, desde a espessura e a cor do rejunte entre os azulejos até cada luminária. Mesmo que seguindo o planejamento inicial (espera-se que ele seja feito com o máximo de detalhes possível), a obra acaba passando por diversos processos decisórios, onde os proprietários podem se desgastar.

Sabendo do risco de fadiga de decisão, grandes construtores nacionais podem tentar agilizar o processo. Eles geralmente apresentam personalizações de ponto de preço alto, médio e baixo como opções “A, B e C”. Afinal, é muito mais fácil escolher entre três do que entre 300, especialmente se um estiver fora do seu orçamento.

 

  1. Seja muito cético em relação à linha do tempo

Uma surpresa que aprendemos ao construir nossa casa é nunca confiar na data da mudança.

Atrasos no fechamento já são comuns no setor imobiliário, mas novas construções podem representar mais problemas: As condições climáticas atrasaram sua data de mudança. Assim como um atraso nas documentações, podem acarretar em mais tempo até se mudar.

É claro que não saber a data exata da sua mudança também pode causar todos os tipos de obstáculos caros. Isso inclui pagar aluguel mês a mês, que geralmente pesa bastante.

Se o fechamento for atrasado, as taxas de juros dos compradores podem aumentar.

 

  1. Fique atento aos atalhos e jeitinhos

Mito: Casas novas estão livres de quaisquer problemas importantes.

Na verdade, atalhos e outros problemas que surgem durante a produção em massa geralmente permanecem abaixo da superfície de uma nova casa.

Por exemplo, caso os batentes das portas de sua casa tivessem sido cortados muito curtos. Quando apontado o problema, os construtores preencheram as lacunas com gesso em vez de recortar as molduras. Isso é mais um curativo no problema do que uma correção, mas a garantia não especificou exatamente como o problema deveria ser corrigido.

 

  1. Você provavelmente gastará mais do que esperava

Espere gastar dinheiro em atualizações. A maioria dos materiais que vêm de fábrica – como pisos, carpetes, eletrodomésticos, iluminação e encanamentos, ou mesmo coisas como acabamentos em janelas e portas internas – são chamados de “grau de construção” por um motivo: esses são produtos básicos e de qualidade inferior que alguém que está investindo na construção de uma casa pode não querer.

Com isso dito, é importante que os compradores de casas façam algumas comparações de preços por conta própria pois vale a pena fazer comparações, sendo possível inclusive diminuir os custos da obra.

 

  1. Tente visualizar a casa – e pensar nas possiblidades

Quando você estiver olhando para os planos e plantas da casa, tente se imaginar fazendo um passeio. Se você vê uma lavanderia fora do banheiro no primeiro andar, mas seu quarto fica no segundo andar, isso vai te irritar toda vez que você tiver que lavar a roupa?

Ou, se você gosta de muita luz natural, deveria adicionar mais janelas? Sugerimos definir seus “obrigatórios” antes de iniciar a construção. Isso o ajudará a evitar que as emoções anulem sua lógica.

 

  1. O financiamento pode ser complicado

Além de financiamentos com taxas de juros e orçamentos cada vez maiores, as novas construções apresentam seus próprios desafios de financiamento. Embora varie de acordo com o comprador e a área, os empréstimos para construção geralmente exigem um adiantamento mais alto (espere de 20 a 25%). Eles também costumam ter uma taxa de juros mais alta. Os credores geralmente sentem que um projeto de construção é um risco enorme em comparação com uma casa totalmente construída, porque uma construção incompleta pode ter pouco ou nenhum valor no mercado além do valor do próprio terreno, por isso o motivo da aplicação das maiores taxas.

Compartilhe: