social

ARGAMASSA COM VERMICULITA VOCÊ JÁ OUVIU FALAR?

ARGAMASSA COM VERMICULITA VOCÊ JÁ OUVIU FALAR?

A utilização de argamassa com vermiculita é uma prática pouco conhecida. E já lhe adianto que essa técnica trás vários benefícios a construção. Assim podemos classifica-la como uma solução inteligente para sua obra.

Tendo em vista a necessidade de aplicação e utilidade do revestimento argamassado, é importante a realização de buscas de alternativas para que este elemento construtivo seja cada vez mais eficiente e benéfico às construções civis. Através de pesquisas realizadas sobre o revestimento argamassado e suas funções, nota-se que a inclusão do minério vermiculita pode trazer os benefícios desejados à construção civil.

A vermiculita é um mineral formado pela superposição de finíssimas lamínulas, que submetido a altas temperaturas (cerca de 800 ºC), sofre uma grande expansão de até quinze vezes o seu volume original, constituindo-se no produto industrializado, denominado Vermiculita Expandida, que possui múltiplas e interessantes utilizações em vários setores da atividade humana.

Principais características da vermiculita

  • Baixa Condutividade Acústica – até 62 % de redução de ruídos.
  • Densidade  Baixa – a sua densidade aumenta com a redução do tamanho dos “flocos” e, consequentemente diminui com os tipos de granulometrias, é a razão de a sua densidade aparente ser de 80 – 120 Kg/m³.
  • Baixa Condutividade Térmica – a sua condutividade térmica é de 0,06 k cal m/m2 ºC, a 25 ºC (cerca de 30 à 40 % menor que o bloco de concreto celular) o que permite sua utilização para a produção de refratários em isolamentos térmicos.
  • Praticamente Incombustível – funde a 1.315 ºC.
  • Não Tóxica – silicato mineral inértil, usado até como componente de ração animal.
  • Não Abrasiva – escala de Mosch: 1 a 10 – dureza: 1,5.
  • Retenção de Água – tem o poder de reter grande quantidade de água, que chega até 5 vezes o poder de cada floco.
  • Elevada Capacidade de Troca Iônica – grande aptidão para a formação de complexos orgânicos retenção de micronutrientes do solo quando utilizada na agricultura.

Com essas características próprias, a vermiculita torna-se um elemento de grande potencial de utilização dentro da construção civil. Principalmente pela sua eficiência térmica e acústica. Através de reboco, graças à baixa condutividade térmica e pequena propagação sonora, é utilizado em argamassas com os seguintes traços em volumes:

Vermiculita : Cal : Cimento : Areia = 3 : 1 : 1 : 1

Vermiculita : Cal : Cimento = 3 : 1 : 1 (esta deve ser utilizada apenas para revestimentos internos).

Proteção térmica de lajes impermeabilizadas ou não

A alteração de temperatura ao longo do dia, provoca dilatação e contração nas lajes, e essa movimentação da estrutura, mesmo que muitas vezes imperceptível ao olho nu, podem ocasionar fissuras que consequentemente ocasiona infiltrações. Portanto Não é recomendado que uma laje impermeabilizada fique exposta aos raios solares, é aconselhável o isolamento térmico que retarda o envelhecimento do asfalto. Assim, a melhor solução é protegê-la com uma argamassa de cimento / vermiculita, que possui uma alta inércia térmica, isto é, absorve o calor não permitindo variações bruscas de temperatura na laje, fenômeno que provoca trincas.

Desta forma o isolamento térmico é altamente eficiente e ocasiona excelente conforto térmico no pavimento imediatamente inferior. Caso ocorra movimentação na área superior o colchão térmico também é ótimo isolador acústico. Por se tratar de minério sua duração é indefinida e, portanto, superior a 100 anos.

A aplicação é simples. Faz-se a regularização da laje com uma argamassa de cimento x areia (traço 1:3) deixando-se um caimento para os ralos de pelo menos 1%. Esta regularização pode ser feita com argamassa de vermiculita. Aplicar a impermeabilização sobre a laje regularizada tomando-se todos os cuidados especialmente nas juntas de dilatação quando existirem, ralos e demais pontos de interferência. Sobre a impermeabilização, aplicar a proteção térmica com a argamassa de cimento/vermiculita na espessura mínima de 5 cm. Os traços a serem utilizados dependerão da utilização final da laje. Caso haja trânsito de qualquer espécie, recomendamos sempre uma proteção mecânica da camada isolante com argamassa de cimento x areia traço 1:4 com no mínimo 3 cm de espessura.

Concreto leve de vermiculita

O concreto leve de vermiculita é um concreto convencional onde o principal agregado é a Vermiculita Expandida. Utilizado em áreas que não haja exigência de grandes esforços, o concreto de vermiculita consegue compatibilizar baixíssimo peso com boa resistência mecânica, o que outros agregados não conseguem. Recomendamos o uso do concreto leve de Vermiculita Expandida em caixão perdido, rebaixos, contrapisos, regularização e rebocos térmicos acústicos. Comporta-se como enchimento de excelente qualidade. Alivia a carga nas estruturas. Incombustível e isolante térmico. Boa resistência mecânica e baixo peso específico. Estabilidade física. Monolítico, moldável e uniforme. Inerte. Não perde características térmicas com o tempo. Não contém amianto.

Aplicação em paredes verticais

Antes de qualquer aplicação deve-se preparar o suporte, em tela devidamente grampeada à parede que receberá a argamassa de vermiculita e posteriormente o recobrimento. A argamassa deverá ser aplicada diretamente sobre o tijolo, e para maior aderência adiciona-se, chapix, fixomat, viafix, Kz acrílico ou qualquer outra resina de aderência à argamassa. Para a aplicação da proteção mecânica ou recobrimento sobre a vermiculita necessário se fazer a colocação de nova tela anteriormente ancorada e uma resina KZ acrílico como ponte de aderência. A proteção mecânica nas paredes pode ser realizada com argamassa polimérica diretamente aplicada sobre a camada de vermiculita com desempenadeira de aço ou brocha em duas demãos.

Conclusão

Desta forma, podemos concluir que o revestimento argamassado, além de ser um dos mais utilizados em obras de alvenaria, é de extrema importância a aplicação deste elemento construtivo, pois devido à sua capacidade de resistência, o revestimento se tornou um dos elementos estruturais mais importantes de uma obra. Acrescentar a vermiculita no revestimento argamassado é uma prática que amplia os benefícios do revestimento e oferece diversas vantagens à construção civil.

Apesar de a vermiculita estar disponível no mercado brasileiro desde a década de 70 e o Brasil ser o quarto maior produtor do minério no mundo, sua utilização no país ainda está mais concentrada na área de agropecuária. Devido a tantas vantagens que o minério traz à construção civil, é necessário que os campos de estudos na área sejam ampliados, para que assim, o minério possa ser implantado cada vez mais nas construções civis, além de proporcionar conforto e até mesmo mais segurança às obras, devido a sua característica de resistência ao fogo. Além do mais, a vermiculita é inífugo e inodoro, ou seja, não irrita a pele e nem os pulmões, garantindo que o trabalhador não corra riscos de saúde durante o seu manuseio.

A SIM utilizou deste material na Residência TZ. Em primeiro lugar, na parte da obra e manuseio do produto, podemos afirmar que não compromete em nada o cronograma da obra. Em segundo, os benefício já vimos que são vários, com um custo benefício excelente. Portanto acreditamos que a vermiculita irá ganhar cada vez mais espaço na construção civil.

Referências

UGARTE, José; SAMPAIO, João; FRANÇA, Silvia. Vermiculita. 2007.

CINTRA, Cynthia Leonis Dias. Argamassa para revestimento com propriedades termo acústicas, produzida a partir de vermiculita expandida e borracha reciclada de pneus. 2013. Tese (Doutorado em Ciências Exatas e da Terra) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2013.

SILVA, Narciso Gonçalves da. Argamassa de revestimento de cimento, cal e areia britada de rocha calcária. 2006.

Compartilhe: