social

As casas inteligentes: viva com mais comodidade

As casas inteligentes: viva com mais comodidade

Um dos maiores resultados do avanço tecnológico é possibilitar que levemos uma vida com mais comodidade e eficiência. A tecnologia está presente em tudo que se possa imaginar, e em nossos lares não seria diferente. Casas inteligentes são cada vez mais comuns.

Tudo isso é possível a partir da automação, já presente na indústria, a chamada indústria 4.0, que possibilitou maior produtividade e contenção de gastos e desperdícios energéticos. Agora se avançam tecnologias voltadas a automação residencial, trazendo toda a tecnologia para dentro de nossas casas.

Mas como casas inteligentes ajudam na economia de energia?

Vamos elencar alguns pontos para responder esta pergunta:

Luzes acesas – Um dos fatores de maior desperdício de energia em casa são as luzes que ficam acesas sem necessidade. Neste caso, um sistema inteligente de controle estará programado para que as desligue automaticamente quando não usadas, além de controlar a intensidade e energia gasta. O dono da residência ainda tem o controle sob todo o sistema de iluminação na palma de sua mão, isso porque o sistema se comunica com smartphones e computadores, podendo ser administrado remotamente, ou seja, mesmo que ele esteja longe de casa.

Equipamentos ligados – Deixar ou esquecer algum equipamento ligado pode fazer aumentar muito a conta de luz no fim do mês. Através de tomadas inteligentes, pode-se programar ou até mesmo o próprio sistema agir automaticamente para que elas desliguem equipamentos, trazendo mais comodidade e inclusive segurança. Pode trazer mais bem estar também, por exemplo, em dias muito quentes ou muito frios, onde uma programação pode ser feita pelo dono para que o ar condicionado ou o aquecedor liguem pouco antes dele retornar a casa, evitando desperdícios por funcionar em horários sem necessidade e trazendo conforto.

Horário de uso – Devemos sempre pensar em soluções para o futuro, e uma das questões é sobre o Mercado Livre de Energia, que pode vir a se popularizar. Nesse mercado, o cliente pode contratar a energia da empresa que ele escolher, não dependendo apenas da concessionária local. Com isso, os valores serão acertados, e inclusive, valores diferentes serão cobrados ao longo do dia, de acordo com a demanda. Em horários de pico, a energia será mais cara. Uma casa inteligente então, possuirá um sistema que gerenciará este gasto automaticamente, realizando cálculos, utilizando e otimizando o uso da energia em horários de menor demanda, de forma com que o custo de energia seja sempre o menor para o consumidor. Com a popularização de carros elétricos, a casa inteligente poderá por exemplo, iniciar o carregamento das baterias em um horário fora do pico, economizando dinheiro e deixando tudo pronto para quando for usar, tudo isso feito de maneira automática.

Com isso, temos a nosso dispor um leque enorme de funcionalidades que a automação residencial pode nos proporcionar, atrelado ao gasto energético e eficiência. Ao mesmo tempo que gera conforto, economia e segurança, ainda nos presenteia com o bem mais precioso, que é nosso tempo.

Compartilhe:

Deixe um Comentário

Your email is safe with us.