social

RECUPERAÇÃO DOS “BROWNFIELDS” SAIBA MAIS…

RECUPERAÇÃO DOS “BROWNFIELDS” SAIBA MAIS…

O termo brownfields já ouviu falar? Seriam áreas que não estão em uso, seja por contaminação, construções abandonadas ou alguma outra intervenção realizada.

Só nos Estados Unidos estimam-se que existe 450 mil dessas áreas, e com o crescente nível populacional nas grandes cidades pelo mundo, a necessidade de otimizar a utilização de todos os espaços se faz necessário.  Esses locais desperdiçam um espaço valioso e afetam negativamente a saúde dos residentes. Ao se comprometerem a converter esses brownfields em greenfields, os arquitetos tornam as cidades muito mais ecológicas e habitáveis ​​para as famílias.

Estes espaços não utilizados, residem um espaço valioso em áreas urbanas, que de certa forma poderiam ser convertidos em novos edifícios residenciais ou centros comerciais.

O desenvolvimento dos brownfields resolve diversos problemas: ao descontaminar um terreno abandonado, você possibilita que as famílias se mudem para mais perto da área sem arriscar sua saúde. Você também promove a sustentabilidade e uma melhor gestão ambiental. Em vez de construir em torno da periferia de uma cidade e aumentar a expansão urbana, você pode reutilizar a terra no centro da cidade. Este terreno não irá mais para o lixo e, além disso, você pode potencialmente desfazer alguns dos danos ambientais causados ​​pela infraestrutura anterior.

Embora o desenvolvimento de áreas urbanas brownfield seja vital, o processo de conversão do local pode ser proibitivamente caro. Os arquitetos devem levar vários fatores em consideração ao projetar esses locais para fins comerciais, cívicos ou residenciais.

Soluções inteligentes para revitalização dos brownfields

Trabalhar em estreita colaboração com agências governamentais. Alguns brownfields urbanos foram usados ​​anteriormente por agências governamentais estaduais e federais. De acordo com a Lei de Resposta, Compensação e Responsabilidade Ambiental Abrangente, todas as partes responsáveis ​​pela contaminação devem pagar por todo ou uma parte do custo para descontaminá-la. Isso significa que, em alguns casos, a revitalização de brownfield das áreas urbanas pode ser financiado em parte por essas agências governamentais.

Usando biorremediação em vez de descontaminação manual. Biorremediação é o processo de usar plantas e microrganismos para descontaminar o solo. Diferentes bactérias e plantas consomem diferentes tipos de poluentes, de modo que a técnica específica usada difere de local para local. Esse processo costuma ser mais barato e exige menos esforço do que a incineração ou a escavação. A biorremediação também usa menos recursos e é mais ecológica.

Fazendo uso da infraestrutura existente. Embora a maioria dos edifícios brownfield existentes tenham que ser demolidos, existe a possibilidade de que esses recursos possam ser reaproveitados, dependendo da extensão da contaminação. Mesmo que nenhuma das infraestruturas existentes possa ser salva, os arquitetos ainda têm acesso aos recursos da cidade que circundam o edifício. Eles podem projetar o novo edifício de forma que ele possa ser facilmente acessado de infraestruturas próximas, como estações de trem, pontos de ônibus ou centros cívicos.

RECUPERAÇÃO DOS BROWNFIELDS 3

Usando soluções de redesenvolvimento em fases. Descontaminar um local de uma vez é mais barato do que descontaminá-lo em seções. No entanto, nem todos os planejadores têm de esperar anos para que o processo de descontaminação termine. Os arquitetos podem se concentrar na descontaminação de uma área do local e, posteriormente, expandir para as áreas vizinhas. Por exemplo, você pode construir um estacionamento transbordante no topo de um local que tem contaminação de solo muito profunda, porque o solo profundo não tem um impacto negativo sobre os visitantes ou residentes. A biorremediação pode acontecer embaixo do estacionamento, concomitantemente ao seu uso. Posteriormente, se desejar expandir o prédio ou campus, você pode escavar o estacionamento e descontaminá-lo de forma mais completa.

Escolha de locais no centro da cidade. Se os arquitetos ou planejadores de construção tiverem a opção de escolher qual local brownfield usar, eles geralmente escolherão um local mais próximo do centro da cidade. Isso porque, conforme observado acima, esses locais estão mais próximos de marcos e ruas importantes. Ele também equilibra os custos de redesenvolvimento. As pessoas estão mais propensas a usar o novo prédio se ele estiver em um local conveniente. É por isso que muitos hospitais, centros cívicos, universidades e escolas públicas são construídos nesses locais.

RECUPERAÇÃO DOS BROWNFIELDS 3

Essas são apenas algumas das técnicas que arquitetos e planejadores de edifícios urbanos usam para converter um terreno brownfield. Para encontrar a melhor solução para seu projeto específico, você deve contratar um escritório de arquitetura experiente para criar um plano para suas necessidades, orçamento e prazo exclusivos.

A revitalização de áreas urbanas brownfield é um aspecto dos princípios de projeto arquitetônico ecológico. Você precisa revitalizar seu terreno?

Embora haja uma série de benefícios para o redesenvolvimento de brownfields em áreas urbanas, não é a escolha certa para todos os projetos. Por um lado, develevar em conta o custo total no local que você escolher. O custo de descontaminação e reconstrução de um brownfield é muito alto, especialmente se você não conseguir obter assistência de agências governamentais estaduais ou federais como muitas escolas fazem.

Do ponto de vista do desenvolvedor, é importante calcular exatamente quanto custará para recuperar o terreno e compará-lo aos lucros potenciais que você obterá por ter sua construção naquele local específico. Geralmente, a menos que você esteja construindo um hospital comunitário, centro de varejo ou unidade residencial, os custos de renovação podem ser muito altos.

Compartilhe:

Deixe um Comentário

Your email is safe with us.